• 21/08/2019
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

Bancada catarinense cobra investimentos para infraestrutura em café com Jair Bolsonaro

O Fórum Parlamentar Catarinense participou de um café da manhã, no dia 14 de agosto, com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, em Brasília. O encontro serviu para cobrar uma série de demandas de Santa Catarina que dependem do governo federal.

Os três senadores do estado e quinze dos 16 deputados federais estiveram presentes. A reunião também foi prestigiada por cinco ministros: Onyx Lorenzon (Casa Civil), Tarcísio Freitas (infraestrutura), Jorge Antônio de Oliveira (Secretaria Geral da Presidência da República), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

A bancada catarinense apresentou uma lista com oito itens para apreciação de Jair Bolsonaro: agilidade nas obras de duplicação da BR-470 e manutenção da pista no trecho de Indaial ao entroncamento com a BR-116, em São Cristovão do Sul; e fiscalização e execução orçamentária do Contorno Viário da Grande Florianópolis.

Além disso, os deputados pediram recursos para revitalização da BR-282; celeridade nas obras de duplicação da BR-280, no Norte do Estado; dinheiro para reconstrução da BR-163 entre São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira; conclusão da BR-285, atenção aos portos e aeroportos e mais recursos para manutenção das barragens de contenção de cheias no interior do Estado.

Na manga, o coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB-SC), levou a identificação de Santa Catarina com o presidente. No estado, Jair Bolsonaro teve 75% dos votos válidos na eleição do ano passado e 94% de apoio na votação da reforma da previdência, concluída na Câmara na semana passada.

“Nunca na história de Santa Catarina um presidente recebeu praticamente todos os deputados e senadores e todos tiveram a oportunidade de falar”, comemorou Peninha.

O senador Dário Berger (MDB- SC) seguiu a mesma linha e lembrou ao presidente que Santa Catarina produz cerca de R$ 50 bilhões por ano e recebe em troca perto de R$ 8 bilhões. Para ele, a quinta economia do país precisa ter um tratamento diferente.

A deputada federal Caroline de Toni (PSL-SC) reiterou a necessidade de infraestrutura para que o estado produza ainda mais.

“O que o catarinense quer não é assistencialismo, mas infraestrutura pra escoar sua produção”, explicou a parlamentar, lembrando que o próprio ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse que vai se empenhar em especial pelas obras do Contorno da Grande Florianópolis e na duplicação da BR-470.

 

Fonte: ND



Todos os direitos reservados - 2019 - SETCOM - O Sindicato que Faz por Você

Desenvolvido por Idea Mater!