• 05/03/2018
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

Divisão de Furtos e Roubos de Cargas

“Eu confio muito nesses policiais e os senhores podem ter certeza de que faremos o melhor pela sociedade catarinense”, alegou o delegado Raphael Werling na tarde de 23 de janeiro. Ele foi nomeado para conduzir a Divisão de Furtos e Roubos de Cargas (DFRC) de Santa Catarina, cuja solenidade de criação ocorreu na sede da Secretaria do Estado de Segurança Pública (SSP/SC), em Florianópolis.

A Divisão foi criada por meio da Portaria nº 25/2018, assinada pelo secretário, César Grubba, e o delegado Geral da Polícia Civil (PC/SC), Artur Nitz. Ação que, para os empresários do Transporte Rodoviário de Cargas (TRC), é um desejo antigo. “Foi a concretização deste anseio”, salientou o presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli.

“Este é um momento muito importante para a Secretaria, a Polícia Civil, a Fetrancesc e a sociedade em geral. Com a criação da Divisão, combateremos ainda mais fortemente um crime que afeta sobremaneira a economia, uma vez que, entre outras coisas, gera perda de receita, além de fomentar a violência”, falou Grubba ao assinar a portaria de criação da Divisão.

O líder da Fetrancesc aproveitou para reforçar, durante discurso, que “se há o autor do roubo de cargas é porque há o receptador”. E, acrescentou, que “só o movimento da Lei 17.405 e da criação da Divisão já gerou bons resultados pela redução. E isso reflete o comprometimento da Secretaria de Segurança e da Polícia Civil em relação a toda a sociedade”.

“Fico muito satisfeito com a criação da Divisão e por saber dos policiais que atuarão nela”, disse Nitz em discurso. O delegado Geral aproveitou, ainda, para destacar os números de Roubo de Cargas em Santa Catarina e a redução identificada nos primeiros 22 dias de 2018: “Tivemos o equivalente a um caso a cada quatro dias, o que é uma redução significativa em relação à 2016, ainda mais considerando que agora teremos uma equipe totalmente focada neste delito”, acrescentou.

Divisão será conduzida por equipe altamente capacitada – Um delegado experiente, assessorado por uma equipe com expertise neste delito. Assim definiu o diretor da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), Adriano Bini, ao falar dos policiais que atuarão junto a Raphael Souza. “São policiais experientes, porque esta atuação é diferenciada. E a parceria da Divisão com as entidades é fundamental para elucidar os crimes”, explicou.

Mylena Gomes é uma das agentes que já foi conduzida para atuar na DFRC. A nova missão é, para ela, “de grande responsabilidade. E nós estamos muito motivados, principalmente pelo respaldo que temos dos nossos superiores”, comentou. A policial ressaltou a importância da atividade da equipe e acrescentou que “estamos comprometidos com resultados, tanto para redução de índices quanto para prisão de envolvidos”.

 

Fonte: FETRANCESC



Todos os direitos reservados - 2018 - SETCOM - O Sindicato que Faz por Você

Desenvolvido por Idea Mater!