• 08/08/2019
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

Encontro com empresários do Transporte Rodoviário de Cargas

O CONET&Intersindical edição realizada em São Luís, capital do Maranhão, entre os dias 01 e 04 de agosto, contou com a participação do presidente da Fetrancesc Ari Rabaiolli representando os transportadores de SC, no evento os empresários de transportes de todo o Brasil tiveram a oportunidade de conhecer o índice de variação de custos registrados no primeiro semestre, a diferença entre os custos e a média do frete praticado nas negociações, além do comportamento e das expectativas de futuro para o setor.

Em pesquisa apresentada pela NTC&Logística, o preço do frete teve uma defasagem média de 16% no primeiro semestre de 2019, outro apontamento da pesquisa é que 62% das empresas do TRC não cobram o frete valor, que quer dizer o percentual sobre o valor da carga constante na nota fiscal e variável com a distância a ser percorrida, o qual se destina a cobrir os custos com o seguro obrigatório de responsabilidade civil.

Outra pesquisa realizada pela NTC&Logística, demonstrou que 41,5% das empresas do TRC consideram o Piso Mínimo do Frete bom para o setor, contra 29,2% indiferente e 29,3% prejudicial. Nesta realidade, apenas 10% das empresas continuam contratando transportadores autônomos. E, com a tabela, 38,5% substituíram os terceiros por mão de obra própria. 50,9%, todavia, não foram afetadas.

Quando o assunto foi Reforma Tributária, transportadores são, em grande escala, favoráveis. De acordo com pesquisa realizada pela CNT, 93,1% de empresas são a favor da iniciativa. Porém, 43,3% dessas empresas não conhecem o conteúdo das propostas da Reforma. A pesquisa aponta também, que 80% dos transportadores desejam simplificação do sistema tributário brasileiro. Isso porque 78% deles acreditam que esta mudança aumentará a competitividade de segmento.

 

Fonte: Fetrancesc



Todos os direitos reservados - 2019 - SETCOM - O Sindicato que Faz por Você

Desenvolvido por Idea Mater!