• 08/03/2019
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

Pedágio movido a propina

A Rodonorte, empresa do grupo CCR, vai reduzir a tarifa em 30% no PR. O motivo é que a empresa reconhece pagamento de propina aos tucanos do Paraná e em negociação com o Ministério Público Federal a companhia quer corrigir as irregularidades para não enfrentar problemas na Justiça, já que possuem ações na Bolsa e apostam na conquista de novas concessões.

O acordo ainda precisa ser homologado pela Justiça, sendo assim, após homologação a CCR terá 30 dias para implantar a redução da tarifa de pedágio. A diminuição do valor poderá se estender por pelo menos um ano até somar R$350 milhões em abatimentos.

Além disso, a concessionária deverá realizar obras previstas no contrato inicial, as quais não foram cumpridas. Segundo o procurador Felipe D´Elia Camargo “são valores que serão muito bem utilizados em favor dos usuários”, afirmou à Folha.

Hoje no Paraná, a Rodonorte administra sete praças de pedágio que se localizam nas três principais rodovias do estado BR-277, BR-376 e PR-151, onde passam cerca de 50 mil carros por dia.

 

DESCONTO NA TARIFA

Veja quais são as praças de pedágio que devem ter redução de 30% nas tarifas:

 

BR-277 (Curitiba-interior do Paraná)

São Luís do Purunã – R$8,70*

 

BR-376 (Rodovia do Café, sentindo Norte do Paraná)

Witmarsum – R$12,40*

Tibagi – R$11,60*

Imbaú – R$11,60*

Ortigueira – R$11,60*

 

PR-151 (Norte Pioneiro)

Carambeí – R$10,30*

Jaguariaíva – R$7,90*

 

*Preços atuais; os descontos passam a valer até 30 dias após a homologação do acordo.

 

 

FONTES: Ministério Público Federal do Paraná/ Folha de S.Paulo



Todos os direitos reservados - 2019 - SETCOM - O Sindicato que Faz por Você

Desenvolvido por Idea Mater!